Fotografo: foto: arquivo/assessoria
...
Sem Legenda

A união do ex-prefeito de Sinop e ex-deputado federal Nilson Leitão (PSDB) com o Democratas, com a ala liderada pelos irmãos Jayme e Julio Campos (que deve ser primeiro suplente da chapa, pode aproximar em Sinop os tucanos do ex-prefeito e deputado federal Juarez Costa (MDB), adversários históricos no município.

Nem Juarez, nem Leitão veem empecilho no movimento mas, a despeito da liderança estadual de ambos, no fim, a decisão deverá ser tomada pelos diretórios no município.

Juarez, que já lançou a pré-candidatura a prefeito de Sinop, entende que a aproximação é natural e abriu os braços para receber os tucanos.

Nas eleições de 2018, quando Juarez foi eleito deputado federal e Leitão disputou o Senado, já teve uma trégua e, se não houve uma aliança explícita, nenhum atrapalhou o outro.

Quando questionados, adotaram o discurso de que a eleição de ambos era boa para Sinop. Agora, Juarez é mais direto e, ao Só Notícias, disse que “gostaria de ver o Nilson eleito senador. Seria muito bom para Sinop”.

Leitão, por sua vez, também não descartou uma aproximação. Lembrou que é um pré-candidato ao Senado com título de eleitor em Sinop e prefere adotar certa neutralidade até o cenário, que atualmente possui nove pré-candidatos, ficar mais definido.

Sua intenção é de transitar bem entre todas as candidaturas. “Sinop é uma cidade polo com função regional e cresceria muito com um senador eleito. Entendo que eleger um senador é uma função de todos, e não de um partido”, declarou.

Apesar se ser um dos expoentes tucanos em Mato Grosso e de ter liderado o PSDB estadual por seis anos, Leitão enfatizou que não pretende interferir nos diretórios municipais e garante que vai respeitar as decisões locais.

Lembrou que em Sinop o vereador Joacir Testa mantém sua pré-candidatura e deixou a decisão para o grupo local.

“Não tenho nenhum problema [em se aproximar de Juarez]. Minha posição é de esperar o que vão decidir aí em Sinop, como em qualquer outra cidade de Mato Grosso”.

Em Sinop, o vereador Joacir Testa confirma a pré-candidatura, não descarta composição com ninguém e prega respeito à história e composição formada por Leitão ao Senado.

Diz que tem conversado com todos os partidos para tentar chegar a um entendimento. Lembrou que além do DEM, a chapa de Leitão ao Senado tem o PL, da prefeita Rosana Martinelli (que vai tentar a reeleição), com quem também dialoga.

“O momento agora é de muita conversa e estamos dialogando com todos os partidos. Nós estamos trabalhando junto com a diretoria do PSDB e buscando os melhores caminhos para trilhar as composições”, declarou.

Ao falar em ‘composição”, Testa não descarta abrir mão da cabeça de chapa para ser candidato a vice-prefeito. Se diz “despido de qualquer vaidade”, aberto ao diálogo e às possibilidades.

“Não posso dizer que não existe possibilidade de coligação, porque a gente tem que fazer uma composição. Se se a gente for para a prefeitura, tem que ter um vice”, ponderou.

A única certeza é a de que não volta para a Câmara Municipal. “Desde o início, na campanha passada para vereador, eu já tinha este propósito.

Vou a prefeito, vou a vice, ou não vou a nada. Está clara esta situação. Vou buscar esta composição para estar junto nesta disputa [a prefeito]”, concluiu.

Conforme Só Notícias informou, o DEM deve compor a chapa de Juarez Costa e já indicou os nomes dos vereadores Billy Dal Bosco, Luciano Chitolina e do presidente da sigla em Sinop, Júlio Dias, para Juarez escolher.

Além de Juarez, Rosana e Testa, a corrida à prefeitura de Sinop tem as pré-candidaturas do médico Jorge (Podemos), do empresário Roberto Dorner (Republicanos), do ex-presidente da Câmara Dalton Martini (Patriota), dos vereadores Ícaro Severo (PSL) e Joacir Testa (PSDB), do Delegado Sérgio (PSL) e do professor Roberto Arruda (PT).

Só Notícias/Marco Stamm

Cooperador  Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com
Cuiabá e Municípios da Grande Baixada Cuiabana.
E.mail . Jornal.int@gmail.com.br
Site www.brasilintegracao.com.br