0

Fundado aos 12 de janeiro de 1970; Pelo Jorn Narciso Honório Silveira

Cidadão Repórter

(66)984060008
Cuiabá(MT), Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020 - 05:04
17/10/2020 as 12:00 | Por Por Folhapress | 28
Desemprego cresce no Norte e Nordeste após redução do auxílio emergencial
Esse aumento coincide com o período em que teve início a redução do auxílio emergencial de R$ 600 para R$ 300.
Fotografo: © Shutterstock
Sem Legenda

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O número de brasileiros sem trabalho em busca de uma vaga aumentou em 700 mil entre a terceira e quarta semanas de setembro, totalizando 14 milhões de desempregados no país.

Esse aumento coincide com o período em que teve início a redução do auxílio emergencial de R$ 600 para R$ 300 e foi puxada pelas regiões Norte e Nordeste, justamente onde há um maior número de beneficiários do auxílio. Os dados são da Pnad Covid e foram divulgados nesta sexta-feira (16).

Somadas, houve um aumento de 12,3% no contingente de desempregados nessas regiões Norte e Nordeste - quase sete vezes mais que o observado no Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

No conjunto, essas três regiões registraram um aumento de 1,8% na taxa de desemprego. No total a taxa de desemprego atingiu o patamar de 14%.

Apesar de o número ser o maior contingente da série histórica da pesquisa, iniciada em maio deste ano para monitorar o mercado na pandemia da Covid-19, técnicos do IBGE consideram que houve uma "estabilidade" na comparação com a semana anterior, que tinha 13,3 milhões de desocupados, com taxa de desemprego em 13,7%.

Segundo a coordenadora da pesquisa, Maria Lucia Vieira, os dados apenas sugerem que mais pessoas estejam pressionando o mercado em busca de trabalho, em meio à flexibilização das medidas de distanciamento social e à retomada das atividades econômicas, mas sem grande impacto no resultado final.

"Vínhamos observando, nas últimas quatro semanas, variações positivas, embora não significativas da população ocupada.

Na quarta semana de setembro a variação foi negativa, mas sem qualquer efeito na taxa de desocupação", disse Maria Lucia Vieira.

Fonte:  por Folhapress

Cooperador  Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com
Municípios da Grande Baixada Cuiabana.
E.mail . Jornal.int@gmail.com.br
Site www.brasilintegracao.com.br




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil