Fotografo: Polícia Militar / Divulgação
...
Sem Legenda

Policiais militares do 9º Batalhão prenderam na noite desta quarta-feira um homem por estelionato, exercício ilegal da profissão e falsidade ideológica.

Os agentes foram informados por uma mulher que alegou estar sendo vítima de um golpe.

Ela contou que o suspeito se apresentou como médico e estava fazendo exames para detectar a probabilidade de uma pessoa ter câncer. 

A mulher contou que junto de familiares participaram do procedimento, com coleta de sangue, que até foi pago.

Desconfiada, a mulher pesquisou sobre a procedência do criminoso e descobriu passagens criminais por crime de estelionato.

Passou a gravar as conversas e durante uma situação, acionou a PM.

Durante a abordagem, o suspeito confessou não ser médico e sim farmacêutico e que todos os exames realizados eram falsos.

Em seu veículo, uma caminhonete Ford Ranger, os militares encontraram luvas, seringas, tesouras e algodão que ele alegou comprar na farmácia para aplicar o golpe.

Na delegacia, via sistema foram descobertos 10 registros pelo mesmo motivo.

Referente à carteira de médico, o homem disse que era falsa e teria pagado R$ 400.

Fonte:  Da Redação/folhamax

Colaboração Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com
Cuiabá e Municípios da Grande Baixada Cuiabana.
E.mail . Jornal.int@gmail.com.br
Site www.brasilintegracao.com.br