Fundado aos 12 de janeiro de 1970; Pelo Jorn Narciso Honório Silveira

Cidadão Repórter

(66)984060008
Cuiabá(MT), Sexta-Feira, 28 de Janeiro de 2022 - 22:52
13/01/2022 as 18:44 | Por Redação |
Impostômetro revela que os mato-grossenses já pagaram quase R$ 1,5 bilhão em tributos
O total refere-se a impostos, taxas e contribuições cobrados pelos Municípios, Estados e União, e pode ser visto, em tempo real, no telão da Fecomércio/MT
Fotografo: divulgação
Sem Legenda

O total refere-se a impostos, taxas e contribuições cobrados pelos Municípios, Estados e União, e pode ser visto, em tempo real, no telão da Fecomércio/MT

Em apenas 12 dias de 2022, o estado de Mato Grosso deve atingir o montante de quase R$ 1,5 bilhão pagos em tributos pela população aos cofres públicos. O valor atual é 12% maior do que o registado no mesmo período do ano passado, quando somou R$ 1,39 bilhão.

O total refere-se a impostos, taxas e contribuições cobrados pelos Municípios, Estados e União, e pode ser visto, em tempo real, no telão da Fecomércio/MT, localizado na avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA).

“O Brasil possui uma das mais altas cargas tributárias do mundo e isso faz com que o brasileiro trabalhe cinco meses apenas para pagar esses tributos.

Precisamos de uma reforma tributária que reorganize essa pauta, pois além de ser um peso para o cidadão e para as empresas, o país deixa de receber investimentos devido a esse cenário que compõe o chamado ‘custo Brasil’”, afirma o presidente da Fecomércio/MT, José Wenceslau de Souza Júnior.

O setor de comércio e serviços, por exemplo, foi responsável por mais da metade (58%) de todo o ICMS recolhido entre janeiro a outubro de 2021, segundo Boletim da Receita Pública, divulgado pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz/MT).

Nesses meses, somente em ICMS foram arrecadados 38,1% a mais do que o recolhido no mesmo período do ano anterior, contabilizando R$ 15,49 bilhões.

Entretanto, o presidente da Federação lembra da recente medida do governo do Estado em reduzir o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em 2022 sobre a energia elétrica, comunicação, gás industrial, diesel e gasolina.

“O pacote de redução de impostos deverá impactar diretamente no bolso do cidadão e deverá ser sentido pelos mato-grossenses no decorrer do ano. A economia estimada pelo governo é de R$ 1,2 bilhão para a população e para empresas do Estado”.

Além de divulgar o valor pago em tributos pela população mato-grossense, o Impostômetro traz informações sobre questões tributárias do estado e do país.

Mato Grosso Econômico

Colaborou:  Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com
E.mail . Jornal.int@gmail.com.br    
Site www.brasilintegracao.com.br
feccebook  brasilpolicial@gmail.com
Em breve TVbrasilintegracaoWEB




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil