Fundado aos 12 de janeiro de 1970; Pelo Jorn Narciso Honório Silveira

Cidadão Repórter

(66)984060008
Cuiabá(MT), Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021 - 00:54
28/04/2021 as 17:33 | Por Redação Só Notícias | 40
Justiça derruba liminar que suspendia licenças ambientais obras no Porto em Cáceres
“O governo está trabalhando para que o Porto de Cáceres comece a operar brevemente, pois é um importante modal para a economia mato-grossense".
Fotografo: assessoria
Sem Legenda

O governo do Estado derrubou na Justiça a liminar que suspendia as licenças ambientais no Porto de Cáceres (220 quilômetros de Cuiabá).

O desembargador federal Francisco de Assis Betti, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, deferiu a suspensão da liminar e, desta forma, as licenças ambientais anteriores passam a valer novamente.

O desembargador federal afirma, na sentença, que não verificou elementos que demonstrem a ilegalidade ou inconstitucionalidade dos atos administrativos e salientou que a decisão liminar teria potencialidade de causar grave lesão à ordem econômica do Estado.

“O governo está trabalhando para que o Porto de Cáceres comece a operar brevemente, pois é um importante modal para a economia mato-grossense.

A continuidade das atividades no local é essencial para que não percamos investimentos na região”, afirma César Miranda, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico.

O presidente da Associação Pró-Hidrovia do Rio Paraguai, Vanderlei Reck Júnior, informouque com a decisão judicial os trabalhos no Porto de Cáceres, como as licenças da Marinha, Agência Nacional de Transporte Aquíveros e no Ministério dos Portos irão seguir.

“Estamos neste ano com um grave problema hídrico, o rio Paraguai está baixo. Mas vamos tentar deixar tudo em ordem para se não conseguirmos operar agora, começaremos no final do ano”.

Texto: Redação Só Notícias

Colaborou:  Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com
E.mail . Jornal.int@gmail.com.br    
Site www.brasilintegracao.com.br
feccebook  brasilpolicial@gmail.com
Em breve TVbrasilintegracaoWEB




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil