Fundado aos 12 de janeiro de 1970; Pelo Jorn Narciso Honório Silveira

Cidadão Repórter

(66)984060008
Cuiabá(MT), Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021 - 00:34
28/04/2021 as 19:10 | Por Ivan Drummond | 32
Preso homem acusado de matar ex-companheira a facadas por ciúmes
A partir do momento da denúncia, a equipe de Inteligência da PM foi acionada
Fotografo: © Google maps
Assassino foi levado para a Delegacia de Ribeirão das Neves, já que feminicídio foi cometido na cidade

Procurado desde 2018, quando foi acusado de matar a ex-companheira a facadas, em Ribeirão das Neves, na Grande BH, L.M., de 42 anos, foi preso na zona rural de Esmeraldas, também na região metropolitana.  

Graças a uma informação do Disque Denúncia Unificado, a Polícia Militar conseguiu descobrir o local onde ele vivia com outra mulher, que nada sabia do passado do companheiro.

A partir do momento da denúncia, a equipe de Inteligência da PM foi acionada. Depois de alguns levantamentos, uma operação, comandada pelo aspirante Rodrigues, composta por duas viaturas e agentes da inteligência, fizeram o cerco à casa fugitivo.

“Tivemos de trabalhar com muito cuidado, pois o local era propício a fugas. Por isso, utilizamos camuflagem semelhante à vegetação local, para fazer o cerco da casa.

Não poderíamos permitir que o homem percebesse a nossa presença, para que não tentasse fugir novamente”, conta o aspirante.

Com a casa cercada, os militares chamaram pelos moradores, e uma mulher os recebeu. “Ela foi logo dizendo que o marido estava em casa.

Perguntamos se era L.M., ela disse que não, e falou outro nome”, confirma o aspirante.

Quando o homem apareceu, no entanto, foi detido, pois as semelhanças físicas confirmavam ser o suspeito.

Quando a mulher soube do passado do companheiro, ela se desesperou e começou a chorar, mas os policiais conseguiram acalmá-la.
 
Três anos antes

 
L.M. foi levado para a Delegacia de Ribeirão das Neves, que havia expedido o mandado de prisão.

Em 2018, ano do crime, o suspeito vivia com uma mulher que tinha um filho, de 2 anos, que ainda amamentava.

Isso gerou ciúmes em L.M., que reclamava que ela não lhe dava a atenção, que vivia somente para o menino, que não era seu filho. Esse teria sido o motivo pelo qual matou, a facadas, a ex-companheira e fugiu em seguida.  

Texto:  Ivan Drummond

Colaborou:  Astrogildo Nunes – astrogildonunes56@gmail.com
E.mail . Jornal.int@gmail.com.br    
Site www.brasilintegracao.com.br
feccebook  brasilpolicial@gmail.com
Em breve TVbrasilintegracaoWEB




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil